A teoria do etiquetamento nas suas relações


Hoje de manhã fui vestir uma blusa e me senti incomodada com a etiqueta, que ficou “pinicando” a lateral do meu abdômen. De pronto, peguei uma tesoura e cortei o que me incomodava. Aí fiquei pensando o quanto “plantamos” etiquetas pelo mundo afora e quanto etiquetamos as pessoas que convivem conosco. Lembrei da Labeling Approach Theory ou “Teoria do Etiquetamento”, teoria não só usada em questões criminológicas, mas, por analogia, em todas as nossas relações, quando simplesmente estigmatizamos um indivíduo a partir de seu comportamento.


Antes de entender por completo o comportamento do meu marido, por exemplo, eu o etiquetava: costurava uma etiqueta feita por mim e com a minha cara bem no centro de sua conduta. Resultado disso? Conflitos. Hoje, etiquetas não ficam nem nas minhas roupas.

Compreender o perfil comportamental da pessoa que amamos é fundamental para a diminuição de conflitos. A comunicação prospera, o elo se fortifica e a vida a dois se torna muito leve. Nada de etiquetas, nada de incômodo.


Você utiliza a teoria do etiquetamento na sua relação amorosa? Se este post fez sentido, compartilha com teus amigos. Talvez alguém precise refletir sobre suas etiquetas...

2 visualizações
CONTATOS

Tel/WhatsApp (54) 999593326

Facebook: /anarita.sabadin

Instagram: @anaritasabadinn

E-mail: anarita.sabadin@yahoo.com.br

Endereço profissional: Rua Silva Jardim, 2141 - 608. Centro - Santa Maria/RS

"Empoderando pessoas a saberem o que já sabem"

Nome *

Email *

Assunto *

Telefone *

Mensagem *